Teatro Carlos Gomes estreia projeto de inclusão de pessoas com deficiência visual e auditiva.


Com patrocínio da Petrobras, o teatro será o único do Brasil a contar com recursos de audiodescrição, interpretação em LIBRAS e legendagem em todas as peças em cartaz em 2012

Divulgação

A partir do dia 4 de março, todas as peças em cartaz no Teatro Municipal
Carlos Gomes (Rio de Janeiro), na temporada de 2012, vão contar com
recursos para garantir
a acessibilidade de pessoas com deficiência visual e auditiva. O projeto,
da Lavoro Produções, é patrocinado pela Petrobras, em parceria com a
Prefeitura do Rio, e prevê sessões inclusivas aos domingos, duas vezes por
mês, durante todo o ano.

Na estreia do serviço, no dia 4 de março, o público poderá conferir a peça
“As Mimosas da Praça Tiradentes” com recursos de audiodescrição,
interpretação em LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) e legendas, como as
que são utilizadas pelos canais de televisão em Closed Caption. As sessões
inclusivas dos espetáculos serão sempre nos primeiros e terceiros domingos
do mês.

O Teatro Municipal Carlos Gomes, que é um dos mais importantes do Rio de
Janeiro, será o único do país a oferecer o serviço de acessibilidade total
ao público de suas peças. O objetivo é incluir as pessoas com deficiência
visual – cegos e pessoas com baixa visão – além de pessoas com deficiência
intelectual, autistas, disléxicos e com síndrome de Down, por meio da
audiodescrição; e de pessoas surdas ou com deficiência auditiva, por meio
da Língua Brasileira de Sinais e do serviço de Legendagem.

O recurso da audiodescrição consiste na descrição objetiva de todas as
informações visuais contidas nas cenas do espetáculo teatral, como
expressões faciais e corporais, ações dos personagens, detalhes do
ambiente, figurino, efeitos especiais, mudanças de tempo e espaço, além da
leitura de informações escritas em cenários ou adereços. Para completar a
acessibilidade para as pessoas com deficiência visual, o programa da peça
terá versão em Braille. A interpretação em LIBRAS é a tradução para a
Língua Brasileira de Sinais de todos os diálogos, músicas e informações
sonoras importantes da peça teatral. A legendagem também contém todos os
diálogos, músicas e informações sonoras do espetáculo, e é utilizada pelas
pessoas com deficiência auditiva que não usam LIBRAS.

O projeto de acessibilidade não acarretará custos extras para os usuários
dos recursos. Para assistir às peças, o público poderá usufruir do
ingresso a preços populares, política já adotada pelos teatros da Rede
Municipal do Rio de Janeiro, que inclui o Teatro Municipal Carlos Gomes.

As Mimosas da Praça Tiradentes

Um grupo de transformistas ensaia um show para arrecadar fundos em prol do
Cabaré das Mimosas, ameaçado de fechar suas portas. Ao longo dos ensaios
são reveladas as histórias das personagens e suas relações pessoais. Cada
uma delas representa um período da Praça Tiradentes – são negros, ciganos,
vedetes, dançarinas de gafieira, a corte portuguesa e os estrangeiros que
ao longo do tempo ajudaram a construir a identidade desta região.
Alternando números musicais com cenas dramáticas, o espetáculo cria um
mosaico de acontecimentos e fatos que mostra a importância e a razão pela
qual a Praça Tiradentes foi considerada uma das regiões mais tradicionais
do Rio de Janeiro, sendo conhecida, por muito tempo, como a Broadway
brasileira. Texto de Gustavo Gasparini e Sérgio Módena. Com Cláudio Tovar,
Marya Bravo, Gustavo Gasparini, Milton Filho, Jonas Hammar e César
Augusto.

Sobre a Lavoro Produções
A Lavoro Produções é uma empresa pioneira na criação de projetos culturais
com acessibilidade, que se tornou uma referência entre as instituições,
grupos e pessoas com deficiência no Brasil e no mundo desde 2003, quando
começou a realizar o Festival Assim Vivemos – Festival Internacional de
Filmes dobre Deficiência. O projeto introduziu a acessibilidade em
projetos culturais no Brasil.

Sobre o Teatro Municipal Carlos Gomes
O Teatro Municipal Carlos Gomes tem uma trajetória que se confunde com a
própria história do teatro brasileiro. Em 1904, o empresário do
entretenimento Paschoal Segreto comprou o antigo Teatro Cassino
Franco-Brésilien, fundado em 1872, e o renomeou Carlos Gomes. Em 1963, a
classe teatral reagiu contra a tentativa de transformar o teatro em
cinema, mas o espaço ficou abandonado. Em 1988, o teatro foi posto
venda. A Prefeitura do Rio comprou o teatro, realizou uma grande reforma e
o transformou em um dos melhores teatros da cidade, em 1993. Hoje, além da
sala principal, funciona no segundo andar o Salão Nobre Guarani, reservado
para espetáculos musicais.

SERVIÇO: Acessibilidade no Teatro Carlos Gomes
Peça: As Mimosas da Praça Tiradentes
Dias 04 e 18 de março, às 19h30
Local: Teatro Municipal Carlos Gomes. Praça Tiradentes, 19, Centro,
telefone: 2224-3602 ou 2215-0556.
Capacidade: 685 lugares
Ingresso: R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia)
Classificação etária: 12 anos
Duração: 120 minutos
Bilheteria: a partir das 11h (qui. e sex.); a partir das 14h (sáb. e dom.).

Fonte: Bengala Legal
Rio de Janeiro-RJ, 29/02/2012

  1. Nenhum comentário ainda.
(não será publicado)
  1. Sem citações ainda.